Capa

Cross-Country: segunda dobradinha consecutiva para pai e filho na final do Brasileiro

Equipe tem "rally 100%" com Gabriel Varela/Eduardo Shiga em 1º e Reinaldo Varela/Gustavo Bortolanza no 2º lugar

07.12.2019  |  511 visualizações

As duplas Gabriel Varela/Eduardo Shiga e Reinaldo Varela/Gustavo Bortolanza foram responsáveis por um final de semana com 100% de aproveitamento para a equipe Can-Am/Norton/Techbond/Arisun Pneus/Divino Fogão, com a conquista do primeiro e segundo lugares na categoria UTV nas duas etapas que compuseram o Rally Rota Sul, última etapa do Campeonato Brasileiro de Cross-Country e também do Sertões Series. Nesta sexta-feira e sábado (07/12), eles cravaram duas dobradinhas e também ficaram com o primeiro e segundo lugares na soma geral das duas etapas, garantindo o topo do pódio para a equipe. Com os resultados, Gabriel e Shiga confirmaram o título de vice-campeões de 2019.

A prova foi realizada entre as cidades gaúchas de Pelotas e Porto Alegre, totalizando 1060 km de percurso nos nas duas etapas. Gabriel chegou em primeiro no cômputo geral dos dois dias com uma vantagem de 4min15s sobre seu pai, o piloto bicampeão mundial Reinaldo Varela, que nesta prova contou com a navegação de Gustavo Bortolanza. Varela competiu no Rota Sul como parte de sua preparação para o Rally Dakar, que ele e o navegador Gustavo Gugelmin venceram em 2018 – eles só não repetiram a façanha em 2019 devido a duas quebras. A dupla tentará o bicampeonato do Dakar a partir do dia cinco de janeiro.

“Nossa equipe teve um desempenho impecável aqui no Sul, animal mesmo”, comemorou Gabriel. “Conseguimos terminar quase todas as especiais em primeiro nos dois dias. Viemos num ritmo forte desde a largada na sexta-feira e assumimos a ponta desde o início. E tenho que destacar o trabalho do Eduardo Shiga na navegação. Ele foi perfeito no final de semana inteiro, foi um verdadeiro computador na precisão dos cálculos e nas informações que me passava. Especialmente na vitória do dia de hoje, ele foi decisivo”, elogiou o piloto da equipe Can-Am/Norton/Techbond/Arisun Pneus/Divino Fogão.

O Rota Sul teve dois dias de competição bastante diferentes, ambos amplamente dominados pelas duplas da equipe Can-Am/Norton/Techbond/Arisun Pneus/Divino Fogão. A sexta-feira foi bastante veloz, com 360 dos 440 km de especiais na orla da Praia do Cassino – a maior do mundo. Já este sábado apresentou outros desafios. “Hoje tivemos um trecho bem travado no começo, com piso de areia, e já tinha bastante cava e a gente começou bem rápido. O final foi no meio das dunas, embora tenhamos pego alguns trechos de praia, com mais velocidade. Mas foi um trajeto bastante prazeroso de se fazer”, observou Gabriel Varela.

Confira abaixo o resultado das duas etapas que compuseram o Rally Rota Sul:

15ª etapa

Sexta-feira (6/12), total de 580km, com 440km de especiais:

1) Gabriel Varela/Eduardo Shiga, 5h54min59s

2) Reinaldo Varela/Gustavo Bortolanza, a 3min28s

3) Cristian Domecg/João Luis Stal, a 4min38s

4) Denísio Nascimento/Idali Bosse, a 6min24s

5) Leandro Torres/João Arena, a 6min42s

 

16ª etapa

Sábado (7/12), total de 480km, com 300km de especiais:

1) Gabriel Varela e Eduardo Shiga - 4h00min11s

2) Reinaldo Varela e Gustavo Bortolanza - a 47s

3) Denísio Nascimento e Idali Bosse - a 2min56s

4) Rodrigo Luppi/Maykel Justo, a 3min16

5) Richard Fliter/Jhonatan Ardigo, a 8min26

 

 

Assessoria de Imprensa

Rodolpho Siqueira
(11) 9 5472 0163

 

 

  • Reinaldo e Gabriel Varela: final de semana 100% no Sul
    (Donizetti Castilho/Fotop)

  • Reinaldo Varela/Gustavo Bortolanza
    (Sanderson Pereira)

  • Gabriel Varela e o navegador Eduardo Shiga: vitória nas duas etapas
    (Sanderson Pereira)

  • Gabriel Varela durante a etapa deste sábado
    (Pedro Perácio/Sertões Series)

Leia também...

17.01.2020

Dakar: brasileiros encerram prova com vitória na Arábia Saudita

Retrospecto coloca Varela e Gugelmin como melhor dupla das últimas três temporadas

13.01.2020

Vitória brasileira no Dakar

Varela e Gugelmin venceram a especial desta segunda-feira

12.01.2020

Dakar: brasileiros vão recuperando terreno na Arábia

Eles pularam de 36º para o 11º lugar na classificação geral. Dupla ainda prestou socorro a dois veículos com problemas

08.01.2020

Dakar 2020 já conhece seu primeiro vilão: as pedras

Enganou-se quem imaginou que apenas as dunas de até 250 metros de altura seriam as estrelas

Entre em contato